É comum que eu seja contratado para otimizar o desempenho de sites WordPress e também alguns bancos MySQL. Concordo que o WP é uma ferramenta genial para publicação de conteúdo, mas verdade seja dita: se você começa a “marretar” um site em WP, jogar visitas pra cima dele e ter muita transação no BD, essa história não vai acabar bem.

Enfim, esse post não é para falar sobre MySQL. Deixarei isso para depois. Estou aqui para falar sobre o AMPPS. Fui questionado por e-mail sobre qual o meu setup pessoal como ambiente de desenvolvimento para php + MySQL, visto que uso Windows (e não pretendo largar).

Eu uso o AMPPS. Ele é uma alternativa ao XAMPP que muitos usam no MAC. Com alguns cliques ele instala um Apache+PHP+MySQL e outras coisas que você precisar. Tudo muito pratico, com uma interface muito intuitiva. Funciona muito bem para mim.

O AMPPS permite, de uma forma simples e rápida, montar uma plataforma de desenvolvimento com suporte para Apache, MySQL, PHP, Perl, Python, incluindo um serviço FTP, SSL e domínios fake para testar as suas aplicações. Além disso, esta plataforma facilita a instalação de mais de 200 plataformas, como é o caso:

  • oomla
  • WordPress
  • Magento
  • SMF
  • phpBB
  • Gallery
  • Mentis
  • MediaWiki
  • SugarCRM
  • Dolphin
  • OpenX
  • PrestaShop
  • MyBB
  • SquirrelMail
  • LimeSurvey
  • EyeOS
  • Vtiger
  • osTicket
  • CodeIgniter
  • Moodle, etc.

Para instalar é simples: basta clicar aqui para fazer o download e fazer o famoso “next–>next–>finish”. Fácil. Durante a primeira execução após a instalação, o AMPPS irá solicitar que seja adicionado uma exceção no firewall do windows. Isso é necessário para que o Apache funcione nas portas 80/443. É só clicar em “Desbloquear” na janela que irá abrir.

Depois dos serviços iniciados, você pode acessar ao endereço http://localhost. Simples e fácil. Os arquivos para o seu site devem ficar na pasta WWW, localizado no diretório de instalação do AMPPS.

Tela de controle do AMPPS.
O que é SQL ?

SQL (structured Query Language) é um conjunto de comandos de manipulação de banco de dados utilizado para criar e manter ...

Diferença entre banco de dados, instância, schema, tablespaces e etc.

Vamos a um pouco de teoria de banco de dados. Tenho certeza que será muito útil para os universitários. 🙂 ...

Contar caracteres no MySQL

Vamos fazer uso das funções da linguagem SQL para contar caracteres de um campo salvo em uma tabela. Ou seja, ...

Diferença entre erro, falha e defeito

Os termos erro, falha e defeito significam a mesma coisa? Não. Apesar de existirem diversas definições na literatura, estes e outros termos são utilizados sem ...